História do Padroeiro da Comunidade

1917 – Nasce Oscar Arnulfo Romero, de uma família modesta em Ciudad Barrios (El Salvador).

1931 – Entra em seminário. Seis anos depois, interrompe os estudos para ajudar a família, emdificuldades, trabalhando por alguns meses nas minas de ouro com os irmãos. De volta ao seminário, é enviado a Roma para estudar teologia.

1942 – É ordenado sacerdote; volta a El Salvador e é destinado a uma paróquia do interior, da qual é transferido, em seguida, para a paróquia da catedral de San Miguel, onde realiza um grande trabalho pastoral por 20 anos. Caracteriza-se como sacerdote dedicado à oração e à atividade pastoral, pobre, dando impulso a obras de caridade, mas sem compromisso social evidente.

1966 – Eleito secretário da Confer. Episcopal de El Salvador.

1970 – É nomeado bispo-auxiliar de San Salvador, cujo bispo, dom Luis Chávez y Gonzalez, está decididamente atualizando a linha pastoral proposta pelo Concílio Vaticano II e a Conferência de Medellín, auxiliado eficazmente por dom Arturo Rivera y Damas, também bispo-auxiliar. Romero não se identifica com algumas linhas pastorais da arquidiocese e deixa transparecer sua tendência conservadora.

1974 – É nomeado bispo da diocese de Santiago de Maria. O contexto político se caracteriza por uma forte repressão sobretudo contra as organizações camponesas.

1975 – Quando a Guardia Nacional assassina 5 camponeses, Romero celebra uma Missa para as vítimas; não denuncia publicamente o crime, mas escreve uma carta dura ao presidente Molina.

1977 – É nomeado arcebispo de El Salvador. Ficam surpreendidos os setores renovadores, que esperavam a nomeação de dom Rivera y Damas. Em 12 de março é assassinado o jesuíta pe. Rutílio Grande, comprometido com o povo e amigo de Romero.

É o momento da “conversão” de Romero, quando se coloca corajosamente do lado dos oprimidos, denunciando a repressão e a violência estrutural, numa aliança entre os setores político-militares e econômicos, apoiada pelos Estados Unidos, e que explora

o povo. Romero não fica calado também diante das violências da guerrilha revolucionária. O momento mais forte da sua ação, em defesa dos direitos humanos, são as homilias dominicais, nas quais analisa a realidade da semana à luz do evangelho. Transmitidas pela rádio católica, são ouvidas em todo canto do país, dando esperança ao povo e suscitando o ódio dos poderosos.

1978 e 1979 – Recebe o doutorado Honoris Causa pelas Universidades de Georgetown (EUA) e de Louvain (Bélgica). Em outubro de 1979, um golpe de estado depõe o ditador Humberto Romero e o poder é assumido por uma Junta de Governo, composta por civis e militares. Mas o exército e as organizações paramilitares assassinam centenas de civis (entre eles vários sacerdotes) e a guerrilha responde com execuções sumárias e destruição das estruturas do país.

1980 – Dom Romero escreve ao presidente dos EUA, Carter (17 de fevereiro), pedindo que não envie ajuda militar e econômica ao governo salvadorenho, pois ela favorece a repressão do povo.

Na homilia de 23 de março, ele se dirige explicitamente aos homens do exército, da Guardia Nacional e da Polícia: “Frente à ordem de matar seus irmãos deve prevalecer a Lei de Deus, que afirma: NÃO MATARÁS! Ninguém deve obedecer a uma lei imoral (...). Em favor deste povo sofrido, cujos gritos sobem ao céu de maneira sempre mais numerosa, suplico-lhes, peço-lhes, ordeno-lhes em nome de Deus: cesse a repressão!”.

Serão as últimas palavras do bispo ao país. No dia seguinte, ele é assassinado por um franco-atirador, enquanto reza a missa na capela do Hospital da Divina Providência. O mandante do crime, major Roberto D’Aubuisson, é reconhecido como responsável, mas nunca foi processado.

1994 – Abre-se o processo de canonização de dom Romero em San Salvador.

1997 – O processo passa para a Congregação das Causas dos Santos em Roma.

História da Comunidade Dom Oscar Romero

CAPELA CORAÇÃO DE MARIA

Endereço: Rua SC-18, Qd.8, Lt.6, Pq. Sta. Cruz – CEP: 74860-530

Telefone:

Coordenador da Comunidade: Flávio

HISTÓRIA DA COMUNIDADE DOM OSCAR ROMERO

Quando e como surgiu

A Comunidade Dom Oscar Romero surgiu por volta de 1980, com o nome de Comunidade Santa Cruz. Nessa época já havia vários moradores no bairro, moradores esses que eram carente de tudo, principalmente de moradia.

O bairro surgiu em uma área onde já foi antigo deposito de lixo de Goiânia, os primeiros moradores um povo bastante sofrido, eram descriminados por serem pobres e devido o local que moravam, mas é nesse povo simples e humilde que apareceu as primeiras lideranças, cristãos católicos os quais iniciaram os primeiros trabalhos religiosos que através dos terços, rezados de casa em casa, começou a surgir a comunidade.

Um grupo de moradores após vários encontros do terço, resolveram se organizar e preparar a comunidade para assim rezar melhor. E foi nessa época que surgiu o nome de Comunidade Santa Cruz, conseguiram um terreno e nesse local através de vários eventos como: Festas, Bingos, Leilões, etc., foi construído um Centro Comunitário (Rua SC 9 Qd. 21 Lt 13 Pq. S. Cruz), o mesmo além de celebrações, terços, etc., servia também para as reuniões da Associação de Moradores.

O povo dessa comunidade bastante sofrido lutavam por água, luz, etc., o Centro Comunitário nesse período foi tomado por pessoas ligadas a Associação de Moradores e os católicos da comunidade sem espaço para as celebrações, contaram com a ajuda de um grupo de estudantes da Universidade Católica que se denominavam de Agentes Pastorais e foram também através deles que foi formado uma comissão para resolverem o problema da falta de espaços para as celebrações, decidiram solicitar ajuda a Dom Antonio Arcebispo da Arquidiocese, e ele comprou um lote (Rua SC 18 Qd. 8 Lt. 6 Pq. S. Cruz) onde já tinha um barracão de taboa e por muito tempo foi utilizado para todas as atividades inclusive as celebrações.

Por isso mesmo foi definido um novo nome para a comunidade, passou a se chamar Comunidade Dom Oscar Romero, em homenagem ao Bispo de El Salvador pelo grande exemplo de luta. Passou se muitas dificuldades ate que um projeto foi feito juntamente com os Agentes Pastorais esse projeto foi atendido através de uma revista francesa que comprou o material e a comunidade construiu, o novo Centro Comunitário através de mutirões. A partir desse momento todas as atividades passaram para esse novo local que passou a ser chamado Centro Comunitário Dom Oscar Romero.

Qual a necessidade

Os membros da comunidade sempre contaram com ajuda de pessoas generosas, as quais tiveram um papel importante na história dessa comunidade que até esse momento ainda era muito descriminada pelas pessoas dos bairros vizinhos, mas sempre foi uma comunidade de luta, não tinha mais a presença dos Agentes Pastorais, porém já contavam com a presença de um grupo de freiras franciscanas que a Arquidiocese havia designado para morar no bairro com o objetivo de ajudar a comunidade.

A participação nas celebrações aumentou bastante já não cabiam mais no Centro Comunitário. Vários problemas, dificuldades aconteceram na comunidade, inclusive a “saída” das irmãs do bairro, foi um grande choque para a comunidade, durante um período pequeno as celebrações foram celebradas pelos próprios lideres, mesmo sem estarem habilitados para exercerem a função de ministro, entendiam que a comunidade não podia ficar sem a palavra de Deus por falta de ministros ou padres.Mas a comunidade, as lideranças não desanimaram já havia muito tempo que tinham desistido do antigo Centro Comunitário o qual foi devolvido para a comunidade através de intervenção da paróquia e alguns membros da própria comunidade.

Pouco tempo depois da saída das irmãs a Arquidiocese adquiriu um lote Rua SC 10 Qd. 21 Lt. 14 junto ao antigo Centro Comunitário e indicou outras irmãs para morar no bairro e essas eram da Congregação Missionárias Coração de Maria e foi através dessas irmãs que algum tempo depois foi obtido da Espanha uma ajuda financeira a seus amigos de Girona e Paróquia São José, com essa ajuda foi possível construir a Igreja, hoje Igreja Coração de Maria. A comunidade com a presença das novas irmãs ganhou mais força e não parou por ai novamente através das irmãs Missionárias Coração de Maria conseguiram junto aos seus amigos da Espanha uma nova ajuda que possibilitou a construção do Polivalente São José “Centro de Formação Humana”, com o objetivo de capacitar pessoas para o mercado de trabalho e valorizar o ser humano, a dois anos depois possibilitou também refazer o Centro Comunitário Dom Oscar Romero.

Quais as atividades da comunidade

Hoje Setembro de 2007 temos ainda várias dificuldades e desafios, já superamos muitas dificuldades principalmente as descriminações, mas continuamos firmes, não baixamos a cabeça somos limitados mas não cruzamos os braços. O fato de termos bons espaços físicos não quer dizer que tudo está as mil maravilhas, por isso mesmo que esforçamos para manter um grupo grande de pessoas a serviço da comunidade, essas pessoas que não medem esforços para trabalhar naquilo que for preciso, sem pensar em recompensas, a fim de edificar o reino de Deus começando por nossa comunidade.

Contamos aproximadamente com mais de 200 fieis participantes das missas e celebrações, em torno de 50 ajudam diretamente nas atividades da Comunidade Dom Oscar Romero – Igreja Coração de Maria. Em seguida será apresentado todas as atividades existentes e que estão ligados à Comunidade Dom Oscar Romero.

Histórico das Atividades

Preparação das Missas e Celebrações: Fazemos uma formação semanal e acolhemos o povo antes das celebrações.

Encontramos-nos todas as quarta-feira às 19:00h na Igreja Coração de Maria que são formado por 15 membros.

Coordenação atual: Gerson

Poço de Jacó

O Poço de Jacó é um grupo de estudo e reflexão bíblica com as famílias toda terça-feira e também novenas, terços e encontro da campanha da fraternidade.

Esse Grupo foi fundado em abril de 2004, após a Campanha da Fraternidade e tem a Irmã Maria Jesus como orientadora, tem de 6 a 8 membros.

Coordenação atual: Ana Faria

Pastoral da Criança

A equipe dessa pastoral surgiu em 1990 com o objetivo de acompanhar as crianças através do controle de peso e altura.

Contém 6 membros e atende 60 crianças. O trabalho não consiste apenas nessas atividades, pois se sugere também alimentação alternativa.

A atividade de reunir com os pais e filhos é feito no terceiro domingo do mês às 15:00h no Centro Comunitário Dom Oscar Romero, percebeu-se uma grande melhoria na participação dos pais após a ajuda das Irmãs Missionárias Coração de Maria.

Coordenação atual: Simone Aparecida

Equipe da Catequese

A catequese surgiu por volta de 1982 e tem a função de preparar crianças, jovens e adultos para obterem um conhecimento espiritual e assim encontrarem com Deus através da Eucaristia. Atualmente a equipe é composta por 15 membros, com 10 turmas, atende mais de 100 pessoas entre crianças, jovens e adultos.

Coordenação atual Irmãs: Consuelo e Maria Jesus

Equipe de Liturgia

Essa Equipe iniciou a partir de 2000, bem tímida com poucos membros, só a partir de 2004 que a participação melhorou, a equipe além ATIVIDADES

Responsável pela atividade em 09/2007

Equipe da Catequese (Criança, Jovem e Adulto) Irmãs: Consuelo e Maria Jesus

Equipe de Liturgia: Gerson

Equipe de Visita: João Alves

Equipe do Dízimo: Maria de Lourdes

Equipe de Animação Litúrgica: Flávio de Souza Lima

Pastoral da Criança: Simone Aparecida

Poço de Jacó: Ana Faria

Equipe da Solidariedade: João Alves e Maria de Lourdes

Coordenação do Conselho Pastoral Comunitário Dom Oscar Romero

Coordenador Pastoral: Flávio  

Vice: Daniel

Secretária: Aline

Tesoureiro: Valdeci

Relações Pública/Promoções: Lionisio

Vice Relações Pública/Promoções: Maria Aparecida

Equipe Animação Liturgica

Essa equipe nasceu por volta de 1984 ainda no Centro Comunitário Dom Oscar Romero com o objetivo principal de animar através da música as missas e celebrações.

A Equipe é formada por 11 membros, se encontram todo sábado às 19:00h para ensaio dos cânticos para a celebração no domingo. Além das celebrações animam também os eventos diversos da comunidade ou paroquiais quando necessários.

Coordenação atual: Flávio

Equipe de Dízimo

Essa Equipe foi formada a mais de 6 anos é composta de 5 membros, dos 70 dizimistas inscritos apenas 35 estão com suas contribuições em dia ou se atualizando.

O dízimo é necessário em qualquer igreja, pois é através do dízimo juntamente com as coletas das missas ou celebrações que a comunidade paga suas diversas despesas.

Coordenação atual: Maria de Lourdes

Equipe da Solidariedade

Essa Equipe foi montada a mais de 2 anos com o objetivo de ajudar o mais necessitado, aquele que ficou desempregado, não recebe ajuda de outras entidades, etc.

Perceberam a importância da partilha entre os membros efetivos do conselho pastoral e juntando com contribuições diversas de pessoas da comunidade, e foi através deste trabalho necessário para a comunidade que se conseguem formar de 7 a 10 cestas mensais.

A distribuição às famílias e coleta desses alimentos é feita através de 5 pessoas as quais não medem esforços em buscar de casa em casa. Na missa a coleta é feita no 3º domingo.

Coordenação atual: João Alves e Maria de Lourdes

Equipe de Visita

Essa Equipe nasceu após ser questionada por pessoas da comunidade, por receberem as visitas de membros da comunidade apenas durante as novenas de Natal, o grupo com 12 membros se encontram toda quarta-feira às 17:00h na Igreja Coração de Maria para se prepararem espiritualmente e definir o local a ser visitado, aos sábados fazem as visitas para as famílias previamente definidas.

Coordenação atual: João Alves

Agenda Semanal

Domingo: Santa Missa às 19h 30min.

Domingo: Pastoral da Criança reuni no 3º domingo do mês às 15:00h no Centro Comunitário Dom Oscar Romero.

Coordenação atual: Simone Aparecida 

Terça-feira: Poço de Jacó.

Coordenação atual: Ana Faria

Quarta-feira: Equipe de Visita às 17:00h na Igreja Coração de Maria.

Coordenação atual: João Alves

Quarta-feira: Preparação das Missas e Celebrações às 19:00h na Igreja Coração de Maria

Coordenação atual: Gerson

Sábado: Equipe de Animação Litúrgica às 19:00h.

Coordenação atual: Flávio